<$BlogRSDUrl$>

quinta-feira, outubro 16, 2003

Global Navigation System 

este é que é o Palais de Tokyo. Podia ter sido mandado fazer pelo Salazar, mas não, porque o Salazar não mandava em França
Gosto do Palais de Tokyo porque por fora é um monumento a tresandar a fascismo imperialista colonialista decadente, por dentro é um enorme armazém anárquico ocupado por jovens artistas contemporâneos (não fossem eles contemporâneos não poderiam ocupar o armazém anárquico).
O restaurante e o bar renunciam ao supérfluo mas também à esterilização minimalista, adoptando a postura despojada mas cheia de vida da arte num período de crise. Excepto nos preços, porque é Paris. (Em Português: come-se caro em pratos de plástico reciclado).
Hello Kitty joga ténis consigo mesma num espaço bidimensional monocromático, discreto, num tempo igualmente discreto, uma didáctica demonstração macroscópica da teoria da mecânica quânticaA loja de souvenirs é inteiramente constituída por objectos vintage japoneses, como relógios digitais Casio com ou sem calculadora (a partir de 40 euros); mini-jogos LCD pré-gameboy, daqueles em que o carro de fórmula 1 alternava entre três posições estáticas e era a estrada que se mexia; rádio-cassette players de proporções gigantescas, estilo tijolo, com mega-ultra-boost e design futurista agressivo à la "Galactica" (350 euros); muitas outras bizarrias.
Vi uma exposição muito catita no Palais de Tokyo. Já foi há mais de um mês, só falo dela agora que já acabou para ter a certeza absoluta que mais ninguém lá vai. Chamava-se Global Navigation System e anunciava a fusão entre as artes plásticas e os sistemas de representação da informação, a topologia antes de todos: o género de coisa que agrada a admiradores de Borges e eleva a níveis obscenos de satisfação intelectual os fanáticos de Pynchon.
Esta exposição estava cheia de coisas interessantes que serão tema das digressões fastidiosas e inconsequentes em que me lançarei nos próximos posts, numa tentativa de afugentar os poucos internautas que venham parar a esta Baguete, principalmente os que o fazem lançando no Google a busca "et pluribus unum águia catedral benfica é o maior olé olé". Xô!

Nota: Os que vêm à procura de "sexo grátis pretas gordas" ou "meninas sugadores"(sic) são naturalmente bem-vindos. Não quero cá é pessoas que chegam ao Google e lhe perguntam, como se estivessem a falar com o padre, "como pode arrumar motivação uma pessoa triste para ficar satisfeito e continuar lutando?". (Eu sugiro pretas gordas ou meninas sugadores.)

This page is powered by Blogger. Isn't yours?