<$BlogRSDUrl$>

quinta-feira, outubro 23, 2003

Uma aventura na chômage 

Estive três dias desempregado. Um deles passei-o no Louvre. Noutro, enfiei uma das minhas queridas co-locataires fletemeites num avião para a China, ganhando assim imenso espaço no roupeiro. Não andei de patins porque o dedo que parti há quinze dias continua partido, o que não cessa de me espantar a cada manhã. Fui multado quatro vezes, elevando a minha dívida à justiça francesa a qualquer coisa na ordem dos 700 euros: não pude deixar o carro no emprego, como era hábito, e o estacionamento no meu bairro é tão impossível que fico eufórico se arranjo um lugar em que a multa é de 11 euros em vez dos 35 habituais. Vi um filme em francês do Québec, cuja bela sonoridade me convence que o território foi na verdade colonizado por camponeses do Machico. Também aproveitei para visitar uns palácios, dar uma volta nas galerias de arte do bairro e fazer coisas de desempregado como: seguir atenciosamente o Star Academy; alimentar-me exclusivamente a leite e Chocapic; descongelar o frigorífico; ler romances nos cafés; acordar às oito da manhã e ir despejar o lixo de pijama, só para fazer inveja aos vizinhos que saem de casa para trabalhar, e depois voltar para a cama.
Não me lembrei que tinha um blog. Não me lembrei que os desempregados podem entrar à borla no Louvre.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?