<$BlogRSDUrl$>

quinta-feira, novembro 20, 2003

Das maquinações que inspiram no françouillard a convicção sincera de superioridade II 

Um outro blogueiro emigra reparou que "ontem no telejornal as únicas imagens que mostraram do jogo França-Portugal em sub-21 foram as do estado em que ficaram os balneários". Isso foi na France 3, na TF1 mostraram muito mais:

- mostraram o golo do empate francês (e mais nenhum);
- mostraram a expulsão "escandalosa e exagerada" de um francês;
- mostraram o treinador francês "reclamando em desespero alguma justiça da parte do árbitro" (segundo o locutor... pelo pouco que eu domino da leitura labial na língua de Montaigne, pareceu-me reconhecer distintamente articuladas as palavras "putain de bordel, va't'faire enculer, connard fils de pute, niq'ta'mère!");
- mostraram o derradeiro penálti falhado pelos franceses.

Nessa altura lembraram-se que outra equipa participava naquele jogo e resolveram dar um espaço ao desempenho da selecção portuguesa, o que se traduziu numa artística montagem de dois minutos com todas as agressões, ameaças de agressão e caras feias com que os trolhas analfabetos lusitanos perseguiram de forma vil os nobres e civilizados infantes gauleses, enfants de la patrie. Isto em slow-motion com o adágio do Barber por trás, para maximizar efeito dramático, como ensinam no curso nocturno de realização TV.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?